Coronavírus: Comando e Fenaban criam comitê de crise

EDITAL – ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA
11 de novembro de 2019

O Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), reunidos na tarde desta segunda-feira (16 de março) em São Paulo, decidiram criar um comitê de crise para acompanhar as orientações das autoridades de saúde frente à pandemia do novo coronavírus e tratar das medidas a serem adotadas pelas instituições financeiras, mediante a evolução da doença (covid-19).

A preocupação do Comando é garantir a saúde e a segurança dos bancários, principalmente daqueles que fazem parte do chamado grupo de risco e das mulheres em gestação. Além disso, o Comando colocou em discussão a suspensão das aulas nas escolas e a falta de opção para os cuidados com as crianças.

Outras reivindicações

O Comando enviou à Fenaban, no último dia 12, ofício sugerindo medidas e cobrando negociações. Confira.

• – Comunicação preventiva sobre os cuidados a serem tomados por todos, evitando notícias erradas ou inverídicas.

• – Adoção do teletrabalho e, nos casos em que isso não for possível, a antecipação das férias.

• – Suspensão das demissões.

• – Suspensão da cobrança de metas.

• – Controle de acesso às agências, para que não haja aglomerações.

• – Suspensão temporária das atividades de agências em áreas de risco, como aeroportos e hospitais.

• – Reforço nos procedimentos de limpeza dos locais de trabalho.

• – Transparência das informações com os trabalhadores e os sindicatos.

• – Adoção de quarentena para bancários que voltarem de viagem ao exterior.

• – Retirada dos bancários do serviço no autoatendimento.

• – Antecipação da campanha de vacinação contra a gripe, como forma de facilitar a identificação dos casos de coronavírus.

Alguns procedimentos, cabe destacar, os bancos já adotaram; entre eles, comunicação preventiva; reforço na limpeza e adoção da quarentena para aqueles que retornem de viagens ao exterior.

Quanto à antecipação da campanha de vacinação, a Fenaban informou que depende de trâmites com a Receita Federal e com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas que já conseguiu antecipar o início, que seria no dia 22 de abrilpara o dia 15 de abril. A Fenaban informou ainda que vai tentar antecipar ainda mais a vacinação.

Os representantes dos bancos também disseram que existe sensibilidade com as demais reivindicações e as mesmas serão levadas como recomendação para serem adotadas por todos os bancos.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *